• Facilitar o acesso e integração de dados dispersos e de natureza diversa, a serem utilizadas em análises de situação de saúde e para subsidiar tomadas de decisões;
  •  Analisar de maneira regionalizada, os indicadores de saúde, considerando o estabelecimento de metas de saúde e fomentar as intervenções necessárias;
  • Analisar e consolidar as informações colhidas em diversas fontes, visando elaboração e divulgação de diagnóstico situacional do Estado e por região de saúde;
  •  Elaborar instrumentos para disseminar informações sobre a Política Estadual de Saúde;
  • Produzir, analisar e divulgar estatísticas de saúde do Estado através de boletins epidemiológicos e outras publicações;
  • Articular e coordenar a definição, mensuração, monitoramento e pactuação de indicadores;
  • Coordenação e consolidação dos Relatórios de Gestão e Planos de Saúde;
  • Monitorar e avaliar as informações de saúde, bem como os comportamentos que afetam a saúde;
  • Realizar análises de tendência da situação de saúde da população;
  • Prospectar e analisar cenários futuros;
  • Promover e realizar atividades, utilizando o Sistema de Informação Georreferenciada (SIG) e análise estatística espacial;
  • Monitoramento e avaliação da produção dos serviços;
  • Produzir informações financeiras com avaliação de custos em ações de saúde. 

14 de agosto de 2017, 16:05